Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

goingnuts

goingnuts

14
Out21

Saúde Mental

Helena

Falou-se muito nos últimos dias da saúde mental e de como urge tratá-la como ela merece. Daquilo que posso falar, ou seja, do meu posto de vista pessoal:

A saúde mental vai MAL em Portugal!

Os primeiros passos são estes:

  • Para conseguir 1 consulta no hospital publico, temos que primeiro conseguir consulta com o nosso médico de família, para ele nos encaminhar para Psiquiatria.

Admito já, que tive sorte. Consegui consulta com o medico de família muito rapidamente, e como já tinha um "certo" historial sobre o assunto, mais propriamente devido ao luto do cigarro (que não correu bem); foi tudo fácil e sem grandes dramas.

Claro que estive 1 mês ou 2 até receber a carta a informar o agendamento da 1 consulta. Obviamente para a mesma estava agendada para daqui a 1 mês; 1 mês e meio (não me recordo).

E começa o busilis da questão:

- Médicos com agendas sobrecarregadas;

- Pouca disponibilidade

Por vezes até

- Pouca motivação!

Só sei que me foi foram atribuídas várias médicas num curto espaço e por fim uma, que fez obviamente/certamente o seu melhor e que não funcionou minimamente!!

Quando a coisa correu mal, e fui fazer férias para a ala psiquiátrica, foi-me atribuído novo médico, manifestamente mais experiente que a anterior. Mas com os mesmo problemas que os anteriores: falta de tempo! Neste momento tenho Teleconsultas de Psiquiatria (ODEIO) de 4 em 4 meses... 

Desde que estive hospitalizada, tenho psicanálise de 15 em 15 dias porque pago do meu bolso, aka, psicóloga particular. Claro que ela diz-me que deveria ter consultas todas as semanas. Claro está, que: não tenho dinheiro para isso.

Pièce de resistance:

Se estivesse a ter psicanálise no hospital só teria consultas, na melhor das hipóteses, entre 4 a 6 meses entre elas....

 

Acho que temos que efectivamente falar de saúde mental. Acima de tudo temos que encontrar, condições para que as pessoas que em algum momento pedem ajuda, possam ser efectivamente e devidamente ajudadas.

É uma luta muito inglória e solitária

 

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub