Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

goingnuts

goingnuts

27
Jul22

tenho andado para aqui

Helena

cansada, cansada, cansada.

quando ando assim, os velhos fantasmas voltam. já não me sentia assim à bastante tempo.

quando damos conta, de repente fica tudo tão feio, tão escuro.

no dia-a-dia dá-se os sorrisos de bom dia e sentimos o vazio! Os outros também o devem sentir, pois vão-se afastando cada vez mais.

ah e tal, se estiveres deprimida fala. sério? com quem? não com os seres humanos! estão todos demasiado centrados na sua vidinha. não querem ouvir que estás mal. não querem saber como te sentes! ou tens algo que os interesse, ou então não querem saber de males alheios! na verdade, poucos são os que estão satisfeitos com a sua própria vida. têm nojo daqueles que não trazem nada de bom, nada de material, nada de positivo para a sua vida.

a merda, é que vais-te isolando cada vez mais

a merda é que como não és cega e vais vendo o mundo a correr sem ti, a evitar-te, a passar para o outro lado da estrada, a bichanar para que não ouças

eu luto, a sério que luto

estou cansada e a precisar de férias....

este post é só porque li uma coisa MUITO importante, num blog que sigo: Merlo

tem lá uma frase que é brutal e define aquilo pelo qual já passei. fez-me lembrar que tenho que falar  hahaha... 

e não, lamento mas tenho que escrever muito mais para que possa sentir um mínimo 

 de alivio... que não sinto.

27
Jun22

Oscilações de peso! Detesto-as...

Helena

Quando deixei de fumar, por uma coincidência extraordinária (ou não), fiz a menopausa e com isso acabei por passar dos meus queridos 49 kg., para uns rechonchudos 61 (tecto máximo). Quando cheguei a este peso, comecei a sentir-me mal! Como sou do caraças ficava entre o: "só se vive uma vez e é melhor comer tudo o que me apetecer" e o olhar para a barriga e pensar: "parece que estou grávida .... gordinha e anafada

Comecei a comer refeições mais saudáveis e nada! Comecei a achar que não conseguia perder um grama que fosse... A desculpa é sempre: menopausa, medicação, etc...

Então instalei uma App, que na sua essência diz-nos quantas calorias ingerimos, colocamos quanto peso queremos obter e faz-nos uma média de ingestão diária. Mais importante ainda, dá-nos testemunhos de pessoas que também elas estão numa tentativa ou de emagrecer, ou de engordar (sim, também existem) .

Rapidamente percebi que o meu problema não são as refeições, são os milhentos snacks que ingiro ao longo do dia, porque me dá uma vontade danada de comer e nunca me privo

Correcções para aqui, correcções para acolá e atingi o peso que achei normal para a minha idade: Uns gloriosos 54 kg.

E andei bem durante uns meses

Sabem que mais, estou a escrever isto e a aperceber-me de uma coisa muito simples. Já lá vou....

Ultimamente ando numas oscilações loucas tão depressa tenho mais 1 quilo, como de repente perco-o. Assim tipo, na mesma semana. Variações entre a 2 feira e a 6 feira (sim, eu porto-me mal ao fds). Mesmo assim, não sei se é normal oscilações de peso tão grandes, isto tudo começa a chatear-me

Capturar.PNG

(imagem retirada do Pinterest. Créditos ao autor)

 

 

Voltando um bocadinho atrás.

Não tenho andado bem, devido ao cansaço. Ando outra vez só a comer porcaria entre refeições... Voilá!!! 

06
Nov15

Deixar de fumar provoca.... !

Helena

Porque fizeram-me a pergunta, puseram-me a pensar:

                                        - Como saber que estás com depressão?

 

No meu caso, teve tudo a ver com o deixar de fumar!

Puxa por nós, é facto!

Não no imediato! Mas passados uns meses comecei a ver que estava completamente "down", a vida de repente tinha-se tornado um pesadelo. Claro que a resposta fácil, foi: "Foi por causa do cigarro!"

 

Obviamente que se a falta de um elemento nocivo ao meu organismo (fez-me questionar toda a minha vida), é porque ele estava a servir de peneira para tapar o sol!

 

Nada me fazia feliz e tudo era motivo para me mandar ainda mais para baixo! Até que a minha relação com as crianças entrou em decadência! STOP... Amo demasiado os filhos, pedi ajuda lá nas consultas anti-tabagicas e encaminharam-me para o gabinete de psicologia... 

 

Após exames o resultado foi: depressão severa!

Nota pessoal: Sempre me achei demasiado forte e sólida para sequer admitir a depressão. Sim, afinal estou a "vencer" a luta anti-tabaco, tenho 2 filhos lindos, um marido que não me chateia e faz tudo o que lhe peço, uma vida económica estável (sem riquezas é facto)... tudo para estar bem e ser feliz! Como é que uma pessoa assim pode ter depressão???

 

A verdade é que hoje, passados 3 meses de terapia e antidepressivos, vejo o quanto eu precisava de ajuda! Andei a prejudicar-me e aos que estavam à minha volta...

Pedi desculpa a quem achei que devia fazê-lo ... e comecei a caminhada de volta!

 

De volta para mim:

A Helena simpática, afável e de bem com a vida

Ainda não estou a 100%

Mas já consigo rir das anedotas.... e rir para mim faz parte de quem eu sou e de como encaro a vida!

Bom fim de semana, malta!

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub